Archive for julho, 2017

Primeiro time vegano de futebol no mundo

Posted by Ricardo Roca On julho - 31 - 2017ADD COMMENTS

A Inglaterra pode ser considerada a capital cultural do mundo; recebem pessoas do mundo inteiro, são responsáveis por modas e tendências, além da longa tradição entre entre escritores, poetas e dramaturgos; músicos e artistas pop; atores, cineastas e diretores de cinema…

A última novidade é o primeiro time vegano do mundo, o Forest Green Rovers, que acaba de subir para a quarta divisão do campeonato inglês.
ForestVegano
Tudo começou cinco anos atrás, com a retirada da carne da alimentação dos atletas e das opções comercializadas no estádio, substituindo-a por frutas e legumes, tudo comprado de produtores da região. Em 2017 o processo foi finalizado e peixes, aves e laticínios também foram retirados do menu.

A opção pela natureza não para por aí, a grama é 100% biológica, com sua manutenção feita por máquinas movidas por energia solar, sem produtos químicos e armazenamento de água da chuva. Dale Vince, presidente do clube, é ambientalista e declarou recentemente “A indústria de carnes e laticínios é responsável por mais emissões do que todos os aviões, trens, carros e barcos do mundo juntos.”

Como se vê, o futebol vai muito além das quatro linhas.

Veganismo é o modo de vida que busca eliminar toda e qualquer forma de exploração animal, não apenas na alimentação, mas também no vestuário, em testes, na composição de produtos diversos, no trabalho, no entretenimento e no comércio. Para saber mais a respeito, acesse http://sociedadevegana.org/.

Share Button

Exibição: A Guerra de 90 Minutos

Posted by Ricardo Roca On julho - 30 - 2017ADD COMMENTS

Depois de décadas de conflitos e falhas nas negociações de paz, ambos os lados do conflito entre Israelenses e Palestinos, decidem resolver suas diferenças em um campo de futebol, nesta ousada sátira. Com a ameaça de novas hostilidades se aproximando, os líderes de Israel e da Autoridade Palestina concordam em acabar com a crise de uma vez por todas. A solução: o vencedor-leva -tudo numa partida de futebol. Enfrentando um assunto sério como um mockcumentary polìtico incorreto, o filme revela a natureza às vezes mesquinha e ridícula das diferenças que dividem o Oriente Médio.
Guerra90Minutos
03/08, às 16h30
CineSesc
Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo – SP

Fonte: Sesc

#filmesdefutebol
#futebolecinema

Share Button

A verdadeira história do Campeonato de 87

Posted by Ricardo Roca On julho - 29 - 2017ADD COMMENTS

Projeto em fase de captação de recursos via financiamento coletivo.

1987, a História Definitiva, de Pablo Duarte Cardoso, relata e analisa, como nunca antes se fez, o mais controverso Campeonato Brasileiro de todos os tempos. Vai buscar no Estado Novo e no regime militar de 1964-1984, os vícios contra os quais os grandes clubes de futebol se rebelaram em 1987. Conta como, capitaneados pelo Flamengo, São Paulo, Grêmio e Vasco da Gama, os treze maiores clubes do país organizaram por conta própria o campeonato nacional, contra as resistências da CBF, federações estaduais e clubes menores, e como viabilizaram no mercado o primeiro evento esportivo inteiramente custeado por patrocinadores privados no Brasil: a Copa União. Nesse sentido, é uma aula de marketing esportivo.
Historia87
O livro também explica como e por que o Flamengo e o Sport do Recife vieram a bater-se nos tribunais pela posse do título de campeão brasileiro daquele ano e mostra que as ideias por que brigavam os grandes clubes brasileiros, em 1987, permanecem atuais e necessárias. No mais, relata com minúcia e paixão a disputa da Copa União, culminando com a consagração do Flamengo de Zico, Bebeto e Renato Gaúcho, e conta com inédita riqueza de detalhes a disputa do Módulo Amarelo afinal dividido por Sport e Guarani. No trigésimo aniversário da Copa União, era preciso que alguém, finalmente, se dispusesse a contar essa história com a necessária perspectiva legal e esportiva.

Para saber mais e/ou colaborar, acesse https://www.catarse.me/o_verdadeiro_campeonato_de_87.

#livrosdefutebol
#futeboleliteratura

Share Button

Lusa: passado, presente e futuro

Posted by Ricardo Roca On julho - 28 - 2017ADD COMMENTS

O Museu do Futebol sediará o evento “Lusa: passado, presente e futuro”, em comemoração aos 97 anos da Associação Portuguesa de Desportos. Proposto por torcedores apaixonados, a programação será realizada em parceria com o Acervo da Bola e o Museu Histórico da Portuguesa. O objetivo é debater a atual situação do clube, relembrar a história de conquistas e lançar perspectivas para o futuro.

A entrada é franca. Não há reserva de lugares. As poltronas serão preenchidas conforme a ordem de chegada. A inscrição no evento do Facebook não dá direito a reserva de lugares.

Programação

14h: Exibição do documentário “Rubro Verde Espetacular – Tri Fita Azul”, de Cristiano Fukuyama e Luiz Nascimento.

Produzido pelo Acervo da Bola, o filme retrata as conquistas do clube nos anos 1950, quando conquistou por três vezes a Fita Azul – título de honra concedido aos clubes de futebol que, após excursões internacionais, retornavam invictos ao Brasil. O time, que tinha Julinho Botelho, Djalma Santos e Brandãozinho, ajudou a recuperar a autoestima do futebol brasileiro após a derrota na Copa do Mundo de 1950. Duração: 50 min.

15h: Bate-papo sobre a Associação Portuguesa de Desportos, com:

– Badeco – Ex-jogador, capitão no título paulista de 1973, um dos maiores ídolos da torcida.
– Michelle Abílio – Torcedora, jornalista e autora do livro “Boteco da Lusa”.
– Antônio Quintal – Memorialista, colaborador do Museu Histórico da Portuguesa e apresentador do programa “Paixão Lusa”, da Rádio Trianon.
– André Carlos Zorzi – Representante da nova geração de torcedores, autor do livro “Para nós és sempre o time campeão – A Portuguesa no ano de 1996″.
– Mediação do bate-papo: Luiz Nascimento, do Acervo da Bola, e Roberto Costa, do Paixão Lusa.
LusaPPF
19/08, das 14h às 18h
Museu do Futebol – Auditório
Praça Charles Miller, s/n – Pacaembu – São Paulo – SP

Fonte: Museu do Futebol

Share Button

Perivaldo – Nosso Querido Peri da Pituba Nos Deixou

Posted by Ricardo Roca On julho - 28 - 2017ADD COMMENTS

Ele foi da época romântica do futebol, quando se colocava 100 mil torcedores no Maracanã sem ser decisão. Vi seu começo de carreira no Bahia, onde formava uma zaga com Roberto Rebouças, Sapatão e Romero. Mas sua explosão veio no Botafogo, para onde se transferiu no final dos anos 70. Jogou também no Palmeiras e Bangu. Jogador folclórico, não era muito talentoso, mas extremamente voluntarioso. Botava mas também pegava muita pilha. Zico uma vez não aguentou, deu-lhe uma cotovelada e foi expulso. Já em outra oportunidade Roberto Dinamite puxou sua camisa na área e ganhou a jogada, obrigando Peri a fazer pênalti. Roberto converteu a cobrança e, não satisfeito, provocou o baiano, que perdeu a linha e foi expulso.
PeriPituba
Reza a lenda que ele foi considerado “persona non grata” pelos gandulas do Maracanã, pois seus cruzamentos caiam muito longe. Nas semifinais do Brasileiro de 1981 ele comeu a bola nos 2 jogos contra o Flamengo e o Botafogo passou à fase seguinte. Os amantes da época áurea do futebol sabem que este esporte ficou mais triste hoje. Vá com Deus, Peri da Pituba.

Sergio Macedo, 53 anos, casado, praticante de corrida, carioca, vascaíno, portelense, formado em Administração de Empresas e Análise de Sistemas pela Faculdades Nuno Lisboa, RJ. Apaixonado por futebol e samba. Autodidata em Jornalismo Esportivo. Sendo discípulo de João Saldanha, Luiz Mendes e Sandro Moreyra. Não fiz Faculdade de Jornalismo, porque essa seria feita durante o período de ditadura militar e meus pais temiam que a total aversão aos militares que sempre tive causasse problemas.

Os textos e charges publicados na categoria CONVIDADOS, apresentam e refletem a opinião dos mesmos, não necessariamente alinhando-se com a do Blog Futebol-Arte. Sua publicação tem o propósito de apresentar diferentes pontos de vista e estimular reflexões e debates.

Share Button