Arbitragem prejudica o Corinthians, BiCampeão Paulista de 2017/18

0
491

O Corinthians sagrou-se bicampeão Paulista na tarde deste domingo depois de vencer o Palmeiras no tempo normal e nos pênaltis no campo do rival alviverde.

Cabe destacar, no entanto, que a arbitragem prejudicou o Timão. Cada vez que erra a favor do time prejudica a imagem do clube, não por acaso conhecido pelos rivais por contar com o “apito amigo”.

A marcação de uma falta é interpretativa, mas a regra é muito simples; vejamos o que diz o livro de regras da CBF sobre Faltas e Incorreções:

1. Tiro livre direto Será concedido um tiro livre direto a favor da equipe adversária do jogador que praticar uma das seguintes ações considerada pelo árbitro como imprudente, temerária ou com uso de força excessiva:
• fazer carga em um adversário;
• saltar sobre um adversário;
• dar ou tentar dar um pontapé em um adversário;
• empurrar um adversário;
• golpear ou tentar golpear (incluindo cabeçada) um adversário;
• dar uma entrada ou disputar a bola com um adversário;
• dar ou tentar dar um calço ou uma rasteira em um adversário.

Se uma infração envolver contato será punida com tiro livre direto ou pênalti.
• Imprudência significa que um jogador demonstra falta de atenção ou consideração; ou atua sem precaução em relação a um adversário, quando participa de uma disputa com ele. Não é necessária qualquer sanção disciplinar;
• Temeridade significa que um jogador não considera o risco ou, as consequências para seu adversário. O jogador deve ser advertido com cartão amarelo;
• Uso de força excessiva significa que um jogador excede a força necessária e assume risco de causar lesão em um adversário. O jogador deve ser expulso. Também será concedido um tiro livre direto se um jogador cometer uma das seguintes infrações:
• tocar deliberadamente a bola com as mãos (exceto o goleiro dentro da sua própria área penal);
• segurar (agarrar) um adversário;
• impedir o movimento de um adversário com contato;
• cuspir em um adversário.

Muita gente, no entanto, acha que se tocar na bola primeiro o jogador fica liberado pra derrubar o adversário na sequência. Se você viu isso na regra mande pra gente, por enquanto veja a clareza do lance aos 1:33 do vídeo e tire suas conclusões.

Outro aspecto que chama a atenção de quem gostaria de regras iguais para todos é que os juízes voltam atrás em suas decisões, contem com auxílio externo apenas em alguns lances… Coincidentemente neste torneio os árbitros voltaram atrás duas vezes em partidas Palmeiras x Corinthians, sempre em lances decisivos e a favor do time alvinegro.

Sem a menor sombra de dúvida isso prejudica a imagem do Timão, que não precisa disso, pela força de seus jogadores, mais ainda de seu técnico, de sua torcida e de sua história.

Tempos difíceis em que as regras que valem para uns não valem para outros.