TimeNuncaCampeao
#livrosdefutebol

Share Button

De encher os olhos

Ricardo Roca On abril - 23 - 2017ADD COMMENTS

O futebol é um campo fértil para todas as manifestações humanas. Dentre elas, o cinema é a que retrata de maneira mais explícita a condição universal do jogo.

A mostra “De Encher os Olhos: O Esporte do Povo na Tela de Cinema” apresenta filmes e finaliza em bate-papos com especialistas em futebol e cinema. A atenção especial fica para o centenário do derby paulistano – Corinthians x Palmeiras, a ser comemorado no dia 6 de maio.

“O futebol abordado em sua essência, seus protagonistas e a relação do torcedor com o esporte bretão.” (Lu Castro, curadora)
DeEncherOlhos
Programação completa em https://www.sescsp.org.br/programacao/120893_DE+ENCHER+OS+OLHOS#/content=programacao.

#futebolecinema

Share Button

#AtéoApitoFinal – O dia da honradez

Ricardo Roca On abril - 22 - 2017ADD COMMENTS

Hoje é dia de Palmeiras x Ponte Preta; Porco e Macaca já se enfrentaram mais de uma centena de vezes, até mesmo em final de Campeonato Paulista, mas nunca em um confronto como o de hoje. No jogo de ‘ida’, a Ponte engoliu o Verdão e abriu três gols de vantagem, tornando a tarefa do Palmeiras batante difícil, quase impossível para muitos.

Já mencionei por aqui que, apesar de tantas conquistas e vitórias heróicas, meu jogo inesquecível na história do Palmeiras rendeu uma desclassificação da Libertadores. Não é que leve tão a sério a frase de Barão de Coubertin, de que “o importante é competir”. Mais do que isso, verdadeiramente acredito, no futebol e na vida, que o que vale é a intenção, a disposição, a luta. Lamento pelos que não crêem e vêem assim.

Palmeirenses mais antigos, e já faço parte desse time, foram forjados com futebol técnico, com as Academias. A garra, no entanto, deve estar presente sempre, em times bons e ruins, em craques e em pernas-de-pau. Vencer, empatar ou perder são resultados possíveis, é do jogo; lutar e buscar o resultado a partida toda, o tempo todo, é do indivíduo, do grupo, é do Palmeiras. Os gols nos minutos finais de confrontos recentes mostam isso.

Hoje é dia em que separam-se os meninos dos homens, mas o time, o elenco, que ainda não rendeu o que pode, não estará sozinho; há uma massa de torcedores que se lembram a cada instante dos gols de Euller contra o Flamengo; de Evair e cia. contra o Corinthians em 93 e 94; das defesas (e do gol) de Fernando Prass contra o Santos; das batalhas contra o Corinthians nas Libertadores de 99 e 2000; contra Grêmio e Cruzeiro nos anos 90; do ‘gol espírita’ de Oséas contra o Cruzeiro; da reta final da Copa do Brasil de 2015, contra Fluminense, Internacional e Santos e de tantas outras jornadas.

BencaoAdemirJá tivemos Maluco, Matador, Mago, Animal, mais de um Maestro, uma Muralha, um Leão, um Santo, Jesus, o próprio “Pai da Bola” e uma infinidade de guerreiros, todos sob a benção do Divino. O resultado da partida? Esse é imprevisível, mas quem estiver em campo, além de integridade e respeito com o adversário, tem que ter sangue nos olhos, a faca entre os dentes e correr e jogar. Estaremos juntos, acreditando #AtéoApitoFinal.

Share Button

MitoCopaUniao

Share Button

CegoBola
#livrosdefutebol
#futeboleliteratura

Share Button