Um gol improvável

0
771

Na Copa de 78, na Argentina, quando nosso técnico Cláudio Coutinho nos proclamou campeões morais do torneio, apesar do nosso 3º lugar, aconteceram coisas incríveis. Na partida contra a boa equipe da Polônia, pela segunda fase do torneio, enfrentamos um jogo duro. Assistindo aos lances do jogo, senti saudades do nosso bonito segundo uniforme da época.

No lance do terceiro gol, de Roberto Dinamite, repare em quanto tempo o Brasil fica com a bola e, mais impressionante, em quantas vezes a bola bate na trave antes de entrar. O lance começa lá pelos 3:34 do vídeo. Divirta-se!

COMPARTILHAR
Post anteriorMaradona por Kusturica
Próximo postClassificação Impossível
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.