Turismo Sexual e a Copa 2014

1
1115

Já não é mais novidade que a Adidas lançou duas camisetas para a Copa do Mundo, de enorme mau gosto, com apelo sexual e “ícones” brasileiros. Em uma delas, há uma declaração de amor ao Brasil, mas dentro do coração o formato de um bumbum com biquíni indica o objetivo da “brincadeira”. Na outra, o desenho de uma mulata com o Pão de Açúcar ao fundo e a frase “Lookin´ to Score”, que em tradução livre significa “tentando marcar pontos” e apresenta um duplo sentido em relação a conquistas sexuais.
Adidas_TurismoSexual
O governo brasileiro reagiu, fez uma montagem com as ilustrações e solicitou à Adidas a retirada dos produtos do mercado, no que foi atendido.

Anti_TurismoSexual
Muita gente pode achar que trata-se apenas de uma brincadeira e que vivemos uma era de ditadura do “politicamente correto”. Talvez tenha sido mesmo esse o caso e a intenção da empresa; no entanto, acho que vale ampliarmos um pouco o olhar. Quando alguém brinca ou faz uma piada machista, homofóbica, racista etc. etc., está reforçando estereótipos. Pra quem brinca, é só uma brincadeira, pra quem sofre a violência a coisa é bem diferente. No Brasil, de 2001 a 2011, segundo dados do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), ocorreram impressionantes 15,52 feminicídios (mortes de mulheres por conflito de gênero) por dia.

O assunto é sério e já mereceu alguns posts por aqui, como:

Ato contra a exploração sexual de crianças e adolescentes no contexto dos grandes eventos
http://54.198.123.184/opiniao/ato-contra-a-exploracao-sexual-de-criancas-e-adolescentes-no-contexto-dos-grandes-eventos/
e
#NãoVaiTerProteção?
http://54.198.123.184/geral/naovaiterprotecao/

Qual o papel de cada um nesse tema? Se a empresa não se portou muito adequadamente nesse episódio, lamentavelmente a sociedade brasileira como um todo tem sua parcela de culpa.
TurismoSexual
Passou da hora de prestarmos atenção no assunto.

1 COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.